terça-feira, 10 de julho de 2012

Os Orixás - Parte II


- As 7 Linhas dos Orixás -
| Continuação |

Ogum | São Jorge
Imagem original: www.google.com.br
Imagem final: Beto Ribeiro

Santos | Orixás
| Vibrações |

Quando se diz Vibração Original é o mesmo para se identificar, assim, a Força Vibratória e cósmica de um Espírito ou Entidade Espiritual que é Senhor de um ou de vários elementos cósmicos e que está acima de Santos, Anjos, Arcanjos, etc.; é, enfim, uma Potência, uma Potestade.
É o que se define, nesse conceito interno (ou esotérico) das 7 Vibrações Originais, as mesmas que os 7 Orixás, esses mesmos que se podem definir melhor assim: Como os 7 Espíritos Originais que, estendendo suas Faixa Vibratórias Espirituais sobre Legiões, Falanges, Agrupamentos de espíritos, por afinidade, formam as Linhas...
Então, Linhas são nada mais nada menos do que: As Legiões, as Falanges, os agrupamentos de seres, encarnados e desencarnados, que se movimentam sobre o beneplácito, a proteção ou a ordenação das Vibrações Espirituais dos Orixás...
Cada uma dessas 7 Linhas, é claro, está dentro de sua Faixa de Força Espiritual e afim (própria). O fato é que fazem confusão, colocando Santos da Igreja Católica como chefes de linhas ou das Vibrações Originais.
Como se vê, é absurdo... O Santo pode estar sob o comando da Vibração Original ou do Orixá, isto é, ter uma alta função dentro da Linha, mas nunca comandar a dita Linha... Mas, vamos ainda a um exemplo típico, quase “regra” das variadas classificações existentes sobre Linhas e que coordenam assim: “Linha de Xangô (do Orixá Xangô) que tem como chefe São Jerônimo, etc., Linha de Ogum (do Orixá Ogum) que tem como chefe São Jorge, etc.”...
Bastam esses dois casos para se ver que colocam os santos da Igreja Católica - São Jorge e São Jerônimo - como chefes, isto é, comandando os Orixás Xangô e Ogum... Ora, essas Entidades foram canonizadas há menos de 2.000 anos e não obstante o fato de existirem como Espíritos de Luz, elevados, poderosos trabalhadores de seara do Cristo-Jesus, não consta que tenham sido elevados ou que estejam acima de Anjos, Arcanjos, etc., e muito menos de Potências ou Potestades...
De sorte que essa Entidade - por exemplo - dita como São Jerônimo, pode ser um chefe de uma das sete legiões da Vibração Original de Xangô, mas não o chefe espiritual de toda a Faixa Vibratória da Linha de Xangô.
Bem como, essa relação ou confronto se aplica para o caso da Entidade dita como São Jorge, que não é o chefe da Linha de Ogum, é sim, um chefe de uma de suas sete legiões.


- OGUM -


Esta Vibração representa o Fogo da Salvação ou da Glória, o Mediador, o Controlador dos Choques consequentes ao Karma. É a Linha das Demandas da Fé, das aflições e das lutas, batalhas, etc. É a Divindade que, no sentido místico, protege os guerreiros.
Exemplo: as Cruzadas, que foram a Guerra Santa aos Infiéis, pelo menos para os que assim pensavam.

O planeta que corresponde a essa Vibração é Marte.

A cor é a Alaranjada.

O dia é a terça-feira.

O Mediador é o Aarcanjo Samuel.

Obs.: na assimilação exterior, religiosa, usa-se o sincretismo e se aplica como Linha de São Jorge.


- OXÓSSI -


Esta Vibração representa a Ação Envolvente ou Circular dos Viventes da Terra, ou seja, o Caçador das Almas, que atende na doutrina e na Catequese. É a Vibração que influencia no misticismo das almas, que doutrina e interfere nos males físicos e psíquicos.

O planeta que corresponde a essa Vibração é Vênus.

A cor é a Azul.

O dia é sexta-feira.

O Mediador é o Arcanjo Ismael..

Obs.: Na assimilação exterior, religiosa, aplica-se o sincretismo, ora como linha de São Sebastião, ora como o da Jurema ou dos Caboclos da mata...


- XANGÔ -


Esta Vibração representa o Ser Existente que coordena toda Lei Karmânica; é o Dirigente das Almas, o Senhor da Balança Universal, que afere o nosso estado espiritual.

O planeta que corresponde a essa Vibração é Júpiter.

A cor é verde.

O dia é quinta-feira.

O Mediador é o Arcanjo Miguel.

Obs.: Na assimilação exterior, religiosa, aplica-se o sincretismo, ora como Linha de São Jerônimo, do Povo da Cachoeira, etc...
............................................
Fonte Texto:
Baseado parcialmente nos livros
Umbanda de todos nós.
Lições de Umbanda e Quimbanda na palavra de um “Preto-Velho”.
W.W. da Matta e Silva.

Imagens originais: www.google.com.br
Imagens finais: Beto Ribeiro
...........................................

Olá pessoal!!! Bom dia!!
E aí?!! Gostaram desta segunda parte do post sobre os Orixás?!
Espero que sim!!! rsrsrs
Este assunto é muito vasto, e com vertentes que abrem mais e mais espaços para novas pesquisas.
Então, semana que vem tem mais!!

Abraço forte e beijo grande no coração de todos!!
Fiquem com Deus!!!

Beto Ribeiro.

7 comentários:

Pedro Nóbrega Pinaud disse...

Beto, meu amigo, muito boa a postagem! Muito interessante! Vem cá?! Orixalá é Jesus Cristo, ou ele é um líder ou mediador?! Jesus é o maior dos mediadores ou há algum que seja maior em uma das linhas?!
Cada hora gosto mais e espero as próximas postagens!
Obrigado por dedicar-se à difusão da Umbanda e do Kardecismo!

PS.: Gostaria de pedir um próximo tema, que seria a diferença entre Umbanda, Quimbanda, Candomblé etc.
Abraços, meu querido!

Pedro.

Adriana Ribeiro nunes disse...

Bom dia!!!
Boa postagem, uma ótima oportunidade para as pessoas se esclarecerem.
Bj.

Beto Ribeiro disse...

Olá Pedro, bom dia meu caro!!!!

Bem Pedro, como disse na postagem anterior a esta, Orixalá é a Linha 1, Vibração principal de regência de todos as outras linhas, e na realidade não tem nada a ver com Jesus Cristo, apenas existe essa ligação por ser a figura de Jesus a força suprema regente neste planeta.
Não é Jesus que media na Umbanda, e sim Orixalá, e normalmente aparece a figura de Jesus Cristo, pelo fato de muitas casas de Umbanda estarem ligadas na rede de sincretismo, à religião católica, e sendo esta figura um vulto em tal religião, ficou-se mais ou menos relacionado.
A propósito, o Cristo (Jesus) foi um dos criadores e é o administrador do planeta em que vivemos, como Ele, exitem somente mais 4 anjos com evolução suprema e força igual, em se tratando da terra, que fique entendido. rs
Na realidade, no mundo espiritual não existe maior ou menor, existe entre eles a humildade, vontade de evoluir e aprender, e estarem sempre a disposição, seja em que trabalho for, desde que na prática do bem, portanto, esta forma de raciocício cabe somente aqui na terra, já que depois do desencarne, a religião deixa de existir, e passamos a ser regidos apenas pela lei do amor, e da ação e reação, uma lei que todos irão conhecer, mais cedo ou mais tarde.

Respondendo ao seu PS, poderei falar sim, contudo, ainda preciso postar um assunto que me tira um pouco o sono, porque muitos irmãos que caminham com a gente, não entendem ainda o que seja a "Obsessão Complexa", e suas formas derivadas.

Obrigado Pedro querido, por estar acompanhando as postagens e comentando.

Valeu muitão, e fique com Deus!!

Beto

Beto Ribeiro disse...

Olá Adriana, querida!!!

Obrigado por vir mais uma vez aqui!!!

Semana que vem, tem a parte final.

Valeu muitão!!!!

Beijo grande, e fique com Deus!!

Roberto.

Pedro Nóbrega Pinaud disse...

Eu que agradeço, Betão. De coração!
Seu blog e o do Dudu - biologiaespiritualidade.blogspot.com.br - estão sendo totalmente fundamentais para os meus estudos!!!
Estou lendo "O Livro dos Espíritos" (Allan Kardec), "Mediunidade & Discernimento" (Walter Barcellos) e "A Volta" (Bruce e Andrea Leininger com Ken Gross). Os "livros virtuais" "Biologia & Espiritualidade" (Luiz Eduardo de O. Ferreira) e "Ermitão do Giz" (Roberto Ribeiro).
Assim, meus estudos vão de vento em polpa!
Abração, querido! E obrigado pelos esclarecimentos. Ah! Vou adorar o próximo assunto, é sempre bom estar atento!

__
João-Pedro.

Beto Ribeiro disse...

Valeu Pedro!!!

Até meu irmãozinho!!!
Fique com Deus!!

Beto

Anônimo disse...

Salve!!